POR ONDE O AROMEIAZERO PEDALOU EM 2021

POR ONDE O AROMEIAZERO PEDALOU EM 2021

FEVEREIRO

Pedal Contra o Corona.jpg

Ganhamos o prêmio da Transporte Ativo com a ação Pedal Contra o Corona, que realizamos em julho de 2020 a fim de valorizar o trabalho dos cicloentregadores.

 

Em parceria com a 99 e o Instituto de Arquitetos do Brasil, realizamos o projeto “Para Onde Vamos?” em cinco territórios periféricos de São Paulo.

março

Rodinha Zero 2021.jpeg

Voltada para educadores, pais, funcionários de escola e organizações sociais, a Jornada Para Multiplicadores do Rodinha Zero com formação online foi realizada para sensibilizar e formar multiplicadores para ampliar a cultura da bicicleta em diferentes territórios e promover ações que impulsionam o uso da bicicleta como ferramenta para o desenvolvimento integral das crianças.

ABRIL

O Aro doou 21 bicicletas para duas aldeias indígenas.jpg

Com objetivo de compartilhar a experiência de 10 anos no mundo da bicicleta, lançamos, através de uma live transmitida pelas redes sociais, o Guia Aro - um e-book gratuito destacando três dos nossos projetos que impactam crianças, jovens e adultos: Bike Arte, Viver de Bike e  Rodinha Zero. 

 

A edição da Bike-a-thon Cicloturismo selecionou 4 propostas para receberem um microfinanciamento de R$1.200,00 para execução dos seus planos de ação propostos durante a maratona de inovação social.

Cicloturismo na Ilha do Bororé.jpg

Fomos citados no  guia “Uma bicicleta para todas as crianças”, organizado pela Mobycon em parceria com o Ministério da Infraestrutura e Meio Ambiente da Holanda, Tour de Force e a Embaixada do Ciclismo Holandesa. Participamos do Ciclo de Webinars realizados pela CICLODA e Câmara Municipal de Lisboa, com o apoio do Velo-Cidade 2021, da conversa sobre as possibilidades e limites de lazer na cidade neste momento de pandemia e no bate-papo sobre Criança na aula aberta do curso de pós-graduação “Mobilidade e Cidade Contemporânea” da Associação Escola da Cidade.


Através da campanha “Bike Parada Não Rola”, doamos 21 bicicletas para duas aldeias indígenas localizadas em São Paulo: Tenondé Porã, Barragem e Guyra Pepo, Tapiraí e a cobertura pode ser assistida através do canal independente, Gente Que Faz a Diferença. Vale lembrar também, que a campanha Bike Parada Não Rola, virou reportagem no programa É de Casa da Rede Globo.

maio

E BOOK RODINHA.png

O mês de maio começou com o  lançamento do E-book Rodinha Zero, material com ideias de como realizar ações com bicicletas em diferentes territórios de forma simples e adaptável, que contou com um  bate-papo sobre Educação ao Ar Livre e Bicicleta.  

 

Apresentamos os resultados de 2020, planos de captação para 2021 e 2022 na Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária do Aromeiazero, com a participação das associadas, associados e conselho fiscal.

JUNHO

VdB Macaé.jpg

Para comemorar o Dia dos Namorades, promovemos em parceria com a Bicicletaria São Francisco e Central Bikes o Bazar da Bike In Love com bicicletas infantis e adultas a preço de custo. 

 

Levar bicicleta para outras cidades e estimular a segurança do ciclista são dois dos nossos objetivos e, por isso, lançamos junto à Ocyan o projeto Pedala Macaé na cidade de Macaé no Rio de Janeiro. Começamos a atuar na região com a “Bike Parada Não Rola”, a fim de arrecadar bicicletas para serem utilizadas nos projetos Viver de Bike e Rodinha Zero. 

 

Promovemos uma conversa online sobre ‘Mulheres que Pedalam o Cicloturismo no Brasil” e participamos de uma live no Instagram da Mobilidade Ativa e Saúde, sobre Bicicleta e Comunidade Escolar e um bate-papo em parceria com a Argo Seguros com David Sousa.

 

Estreou no dia 17 de junho, pelas ruas de São Miguel Paulista, a Bike Som. A iniciativa é promovida pelo Delivery Justo, projeto do Aro em parceria com o Galpão ZL da Fundação Tide Setubal.

 

Para fechar o mês, oferecemos de forma gratuita serviços de revisão básica de bicicletas para entregadores e entregadoras. A ação fez parte do Pedal Contra o Corona e buscou  valorizar a bicicleta como ferramenta de trabalho. Para isso, contou com a parceria da ViaQuatro e a ViaMobilidade.

JUlHO

Aro e o poder público.jpg

O Aromeiazero se reuniu com representantes do poder público  para conversar sobre o apagamento da ciclofaixa da Av. dos Metalúrgicos e pedir a volta da estrutura cicloviária que, além de muito utilizada, também colabora para promover a segurança de quem pedala em uma das avenidas mais movimentadas da região. 

 

Alguns planos  mobilizadores propostos por alunos da Jornada Para Multiplicadores começaram a ser implementados.  Em Aveiro - Portugal, a Academia Mini Rodas, projeto proposto por Joana Ivónia e Maria Miguel Galhardo, pretende ensinar crianças a andar de bicicleta, a repará-las e incentivar o seu uso, em particular nos percursos escolares.  

 

Já em Monte Belo-MG, Fagner José Passos, criou o Instagram do Belo Pedal, para compartilhar a visão das crianças, jovens, adultos e pessoas com deficiência sobre o uso da bicicleta na região e ao final apresentar uma carta de sugestões ao Prefeito Municipal sobre o uso da bicicleta na cidade. Confira: instagram.com/belopedal.

 

Por fim, em Cotia, a Ciclovia Entre Nós, projeto feito por Alan Figueiredo e que busca utilizar a bicicleta como meio de transporte de acesso à escola, recebeu 20 bicicletas, como doação do Aromeiazero. Estas serão doadas através do projeto Corrente do Pedal às crianças da região de Osasco. 

agosto

ct bike a thon.jpeg

Abrimos inscrições para a Bike-a-thon Cidade Tiradentes, desenvolvida pelo Aro com o patrocínio do Itaú  Unibanco, e para a Bike-a-thon Território Centro, projeto feito junto a seis  unidades do Sesc São Paulo. Para preparar os participantes da Bike-a-thon Território Centro promovemos lives durante todo o mês.

 

Seguimos dando entrevista por aí e uma delas foi para o podcast do programa Bicicleta e Companhia, transmitido em Portugal, e para o programa Ressoar da Rede Record News.

 

Parceira do Aro desde 2013, a Bloomberg realizou o 1º Desafio 60 online, onde colaboradores da empresa foram responsáveis pela montagem de quase 30 bicicletas infantis através de uma mentoria ao vivo. 

setembro

O Mês da Mobilidade foi cheio  e começamos setembro distribuindo 50 cupons para revisão gratuita de mecânica em bicicletarias parceiras na Cidade Tiradentes, Zona Leste de São Paulo, com patrocínio do Itaú Unibanco e apoio da Tembici. 

 

Recebemos uma homenagem do Shimano Fest com o prêmio Cláudio Clarindo, que reconhece pessoas públicas, profissionais, instituições e projetos que se destacaram no ramo da bike, do esporte e na defesa e segurança dos ciclistas no período 2020 - 2021.

 

Como resultado do Desafio 60 online, doamos para crianças de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília as bikes montadas pelos voluntários da Bloomberg. Além disso, fizemos a mecânica das 50 bicicletas doadas em agosto para o Lar MeiMei e promovemos com transmissão ao vivo no Facebook e Youtube uma conversa sobre Cicloturismo.

 

Para marcara a Semana Move do Sesc Santana, lançamos um vídeo com dicas de como pedalar na cidade com mais agilidade e segurança por meio de cenas que simulam um deslocamento de bike até a unidade do Sesc. Junto com a iniciativa ‘A Cidade Precisa de Você’ e outras parceiras locais, fomos convidados a participar do projeto Ecocidade - “A cidade precisa de agroecologia”, com uma edição do curso Viver de Bike no território da Brasilândia, Zona Norte de São Paulo. Com o Viver de Bike também formamos a primeira turma de Macaé.

VdB na Brasilândia.jpg

Para finalizar o mês, participamos da Semana Aracaju Acessível e do II Webinar “Enfiando a Linha na Agulha: estratégias de descarbonização de cidades'', realizado pela Pedagogia Urbana.

 

Dando sequência às Bike-a-thons, selecionamos os 4 projetos da Cidade Tiradentes e os 10 do Território Centro, com os quais promovemos nos canais dos Sescs parceiros a apresentação das propostas selecionadas para a edição.

outubro

Demos início à  2ª turma do Viver de Bike em Macaé. Também promovemos na cidade a Jornada Para Multiplicadores. Realizamos uma live sobre como gerar renda, construir possibilidades e ganhar o mundo profissional através da bicicleta. 

 

Assinamos junto às outras organizações que fazem parte da World Cycling Alliance, a carta conjunta sobre ciclismo dirigida às delegações governamentais que participam da COP 26. Participamos do  Workshop de Síndicos da Associação Nova Tijuca no Rio de Janeiro.

 

Por fim, lançamos em parceria com o Colmeia Tiradentes, Funk TV, Studio FZR o funk “Eu Vou de Bike”, cantado pelo Mc Lebra com o intuito de fomentar o uso da bicicleta na Cidade Tiradentes e difundir o direito dos ciclistas. A iniciativa faz parte de uma série de ações desenvolvidas pelo Aromeiazero com o patrocínio do Itaú Unibanco para fomentar a bicicleta,reduzir as desigualdades sociais e potencializar a mobilidade nesse importante  bairro da Zona Leste de São Paulo.

novembro

festical pedala macae.jpeg

Promovemos o 1º Festival Pedala Macaé para comemorar o trabalho que vem sendo realizado pelo Aromeiazero junto à Ocyan em prol do uso da bicicleta na região. Além das atividades ao ar livre com mecânica comunitária, vivência do Rodinha Zero e distribuição de mudas nativas, promovemos um pedal pela região com a presença de Renata Falzoni. Através do Pedala Macaé também conduzimos os  encontros da Jornada para Multiplicadores e formamos a segunda turma do Viver de Bike em Macaé (e a primeira na Brasilândia, São Paulo)

 

Também comemoramos 1 ano da Bike Literária, projeto que organiza uma rede de leitores e entrega  semanalmente livros através de cicloentregas com ciclista parceiros do projeto. O objetivo é levar  literatura para mais casas da Zona Leste de São Paulo. 

 

A convite do Programa Niterói de Bicicleta, estivemos presentes no auditório da Defesa Civil de Niterói para apresentar ao prefeito Alex Grael o curso Viver de Bike, que busca promover a bike como ferramenta de geração de renda, cidadania, fortalecimento de economias locais e melhoria na qualidade de vida.

dezembro

Dia C.jpg

Entre dezembro e novembro teve o Pedala Jardim Helena com o 1º Fórum sobre bicicleta de São Miguel Paulista. Organizamos o Dia C de Ciclologística com apoio do Banco Mundial e da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), além de suporte da Scambo e de pesquisadores do Insper. O Dia C aconteceu  no Galpão ZL, localizado no Jardim Lapena, e debateu os benefícios da bike e seus  potenciais econômicos como meio de transporte e de entregas. 

Treinamento onibus.jpg

Nós divulgamos o registro do Desafio 60 online, que inovou e realizou o sonho da primeira bicicleta de muitas crianças durante a pandemia, pode ser assistido através do link. Promovemos uma live através das nossas redes sociais para apresentar os aprendizados adquiridos através da Bike-a-thon Centro e, a convite da SPTrans, participamos no dia 15 de dezembro do treinamento de motoristas de ônibus para proteção do ciclista no trânsito no terminal Capão Redondo/Campo Limpo.

Esse foi o nosso Raios Retrô!

Obrigada a todes :)