top of page

RETROSPECTIVA
2023

JAN

329601045_510542284335325_2028171450263675114_n.jpeg

Doamos 24 bicicletas para a Rede Bike Anjo no lançamento do livro “EBA! Aprendendo a pedalar” e que foram distribuídas entre crianças e iniciativas como o Galpão ZL.

FEV

Começando o ano do Pedala Macaé com uma super boa notícia: o início da instalação dos primeiros 200 paraciclos dos 900 que foram licitados no fim de 2022. Além disso,  assinamos o Acordo de Cooperação com a Coordenadoria Niterói de Bicicleta para a realização de uma edição do Bikeatona na cidade, com o apoio da Prefeitura de Niterói. Porém, vale ressaltar que ainda não rolou a maratona por lá e estamos, inclusive, em busca de patrocínio.

329765167_950298809571870_1223162305571570942_n.jpeg

MAR

Fizemos, com o apoio do iFood, ViaMobilidade e Instituto CCR, a revisão básica de entregadores que passaram pela Estação Eucaliptos na linha 5-Lilás de metrô. Mesmo debaixo de muita chuva, a ação mostrou que existe demanda por mais serviços de apoio e melhores condições de trabalho e também rendeu matéria na Globo. Além disso, estivemos, junto com o Perifa no Rec Produções, na página do Bicycles and Development com a série de documentários, produzida na Bikeatona CT em 2021, e participamos de uma reunião com o subprefeito de Cidade Tiradentes, Lucas Sorrillo, e representantes da comunidade do bairro para cobrar a volta da ciclovia da Av. dos Metalúrgicos. Participamos de uma reunião com o subprefeito de Cidade Tiradentes, Lucas Sorriso, e representantes da comunidade do bairro para falar sobre a volta da ciclovia da Av. dos Metalúrgicos, apagada em 2017. O compromisso da gestão era de ter o retorno da via exclusiva até 2023, mas já estamos em 2024 e até agora nada. Vamos seguir cobrando por isso!

ABR

Tivemos Bicibase Convida, com a presença dos alunos e professores da Escola Municipal Carolina Curvello Benjamin, teve exibição do documentário Elo Perdido - O Brasil Que Pedala, da jornalista e documentarista Renata Falzoni do Bike é Legal. Além do filme, rolou uma versão infanto-juvenil de oficina de mecânica, com foco nos reparos de pneu para todo mundo consertar aquela bicicleta parada em casa. “Foi um evento muito legal,só tenho a agradecer a direção da escola, aos responsáveis dos alunos, da minha esposa, da Guarda Ambiental, do Aro meia zero- Pedala Macaé e em especial aos alunos comprometidos com um ambiente melhor,na família,na escola e onde forem” José Claúdio, produtor do projeto Bike Carolina Além disso, lançamos a nossa campanha de doação no site para fazer com que mais crianças pedalem. Inclusive, caso você queira doar, acesse: www.aromeiazero.org.br/doe, escolha um dos planos e doe. Seguindo a linha de participação em eventos, participamos, através do projeto “Mais Bicicletários” do Workshop “Modelos de Negócios para equipamentos de apoio ao ciclista”, promovido pela Prefeitura de São Paulo e Vital Strategies para pensar a bicicleta como ferramenta para a saúde da cidade de São Paulo. Além do Aro, também estiveram presentes representantes das cidades de Fortaleza (CE), Bogotá (Colômbia) e Nova York (EUA). Esse nosso projeto propõe-se a constituir um bicicletário próximo a estações de alta capacidade em áreas com altos índices de vulnerabilidade, nas bordas da cidade de São Paulo.

CAPA.png

MAI

Abrimos o mês lançando o relatório do projeto “Mais Bicicletários”. O material, que contou com o apoio do Itaú Unibanco, mostra o trabalho de pesquisa e articulação para ampliação das vagas em bicicletários nas periferias de São Paulo. Ainda sobre o projeto, estivemos com o apoio da Dutch Cycling Embassy no Velo-city, na Alemanha. A nossa coordenadora, Heloisa Ribeiro, participou de um painel no primeiro dia de Conferência, chamado “Women in Cycling”, onde contou um pouco sobre os projetos do Instituto, olhando para o recorte de gênero e, além disso, também esteve junto aos alemães Tom Assmann e Julius Menge e a holandesa, Josine Reijnhoudt, debatendo sobre ciclologística. Participamos da quarta edição do Encontro para o Desenvolvimento do Cicloturismo em João Pessoa. O nosso diretor Cadu Ronca falou sobre "Oportunidades para Impulsionar negócios vinculados à economia da bicicleta, mobilidade ativa e do turismo sustentável ". Já em Macaé realizamos o “Café, Bike & Mulher" em parceria com o Pedala Preta, coletivo contemplado no Bikeatona de 2022, ! Falamos sobre a importância da participação da comunidade em espaços de controle social e políticos.

JUN

Nossa coordenadora de projetos, Renata Cirilo e a fundadora do Pedala Preta, projeto contemplado na Bikeatona de Macaé, Cintia Santo, trocaram uma super ideia com Juliana Mendonça do Empreendidelas Podcast. Realizamos também o Festival Viver de Bike com a formatura das turmas 10 e 11. “Só tenho que agradecer mais uma vez a todos pelo comprometimento, esforço e sem dúvidas aos instrutores, professores e colaboradores desse projeto maravilhoso! Gratidão a Deus por mais essa oportunidade de aprender, de conhecer novas pessoas.....Gostei de tudo e mais ainda minha primeira bike red “ Maria Miriam - Turma 11. Ainda em junho, os alunos do Viver de Bike do Pedala Macaé participaram do Pedal Amarelo organizado pela Secretaria de Mobilidade Urbana do município. Além disso, estivemos também no Parque da Mobilidade Urbana, onde lançamos o Guia do projeto “Mais Bicicletários” em parceria com a 23S Sul Arquitetura e participamos de algumas mesas. Realizamos nos dias 02 e 03 de junho o Rodinha Zero em Jundiaí. Essa foi a primeira ação do Aro com o projeto por lá. Uma iniciativa da Fábrica das Infâncias do Japy, em parceria com a Urban95br e o Ateliê Navio. Doamos neste dia 25 bicicletas, 25 capacetes para a criançada e uma caixa de ferramentas com bomba de ar para manutenção das magrelas. Leonardo Coelho, de cinco anos, foi acompanhado na atividade pelo monitor Barrão e disso “já vim aqui umas cem vezes, mas nunca de bicicleta. Agora vou querer voltar ainda mais. Vou contar para Lia, minha irmã”. O Ciclolog Lest foi selecionado e contemplado pelo VaiTec 2023 para receber aporte financeiro e mentorias para auxiliar na jornada empreendedora.

jul

Murilo Casagrande, diretor do Aro, conversou com Jon Mouter, executivo do programa para estacionamentos de bicicletas da cidade de Amsterdã, na Holanda. A conversa fez parte das ações do projeto Mais Bicicletários, que estuda e propõe a implantação de bicicletários sustentáveis e eficientes para as cidades brasileiras. Confira o papo aqui. Ainda sobre o projeto, realizamos um Workshop Interno com operadores de bicicletários de referência no país. Seguimos também dando sequência às nossas turmas do Viver de Bike em Macaé. Com isso abrimos uma turma exclusiva para mulheres por meio da parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres. Ainda em Macaé, realizamos mais uma edição do Bicibase Convida, desta vez com aulas de Yoga. Comemoramos 10 anos de parceria com a Bloomberg e realizamos com eles uma edição do desafio 60 e Rodinha Zero com o projeto Arrastão. “Foi emocionante perceber que um voluntário acabou ajudando uma ou outra criança. Esse match acontece de forma natural e isso proporcionou uma pedalada muito mais rápida”, comentou Villi Braverman, da Bloomberg. Confira o vídeo aqui. Começamos mais uma parceria com a Giro Sustentável, que realiza, todos os dias, dezenas de cicloentregas por São Paulo. Preparamos um flyer de apresentação da Bike Parada Não Rola, nossa campanha de doação, que agora será entregue pelos courier em portarias de prédios da capital.

ago

Em agosto seguimos em processo de diálogo com o poder público de Macaé a fim de que a região avance no plano cicloviário aprovado em 2015. Contamos com a presença de Suzana Nogueira, consultora e especialista em mobilidade, que está nos ajudando a realizar o estudo preliminar de instrumentos orçamentários para implantação de infraestrutura cicloviária na cidade. Além disso, o Pedala Macaé em parceria com a Coordenadoria das Juventudes de Macaé ofereceu uma oficina para auxiliar na elaboração e escrita de projetos para editais de olho também nas inscrições da Bikeatona. Estivemos presentes no Shimano Fest falando sobre impactos sociais da bike e projetos inclusivos e sustentáveis. Realizamos o Rodinha Zero na Escola Municipal Sítio do Ipê em Niterói, em parceria com a Coordenadoria Niterói de Bicicleta, Rede Urban95 e com o Estúdio +1.

set